SINOPSE DO LIVRO OS VINHEDOS DE SALOMÃO (COLEÇÃO NEGRA)

Clique na imagem para ampliar.
Capa do livro Os Vinhedos de Salomão (Coleção Negra) por Jonathan Latimer

Compartilhe

Compre este livro!

Livraria Saraiva
Livraria da Folha
Submarino.com.br
Extra
Livraria Cultura
Americanas.com
Buscapé
Veja também:

Carregando Sugestões



RESUMO DO LIVRO OS VINHEDOS DE SALOMÃO (COLEÇÃO NEGRA)


OS VINHEDOS DE SALOMÃO, de Jonathan Lattimer, escrito há; 60 anos (mas não publicado por ter sido considerado forte demais para a época), finalmente chega aos leitores brasileiros. Este clá;ssico noir estrelado pelo detetive Karl Craven, o mais durão de todos os detetives da história da literatura policial, conta a história de um milioná;rio que contrata o detetive para uma missão, no mínimo, diferente: convencer sua sobrinha, também sua herdeira, a abandonar uma misteriosa seita religiosa conhecida como Os Vinhedos de Salomão. Ao iniciar suas investigações, o detetive encontra mais sujeira do que imaginava. A pequena cidadezinha do interior onde está; a sobrinha de seu cliente é um antro de prostituição e atividades ilegais e a seita parece apenas fachada para uma série de negociações suspeitas. Acostumado a resolver tudo por cima dos panos, ameaçando e sendo ameaçado por todo mundo, enfrentando os bandidos de frente, partindo para a briga e agüentando as conseqüências, Craven precisa adequar seus métodos para solucionar os problemas que surgirão ali. OS VINHEDOS DE SALOMÃO foi escrito em 1940 e publicado pela primeira vez na Inglaterra. Nos Estados Unidos, teve sua primeira edição em 1950, com vá;rios cortes no texto, por ser considerado excessivamente forte, devido a cenas de sadomasoquismo, alcoolismo e violência. O vocabulá;rio chulo característico das ruas também foi responsá;vel pela marginalização do livro por tanto tempo. A versão integral só chegou aos Estados Unidos em 1980, quando foi redescoberto pelos fãs do romance policial, que o elegeram imediatamente como um clá;ssico. Karl Craven - consagrado como um dos grandes detetives da literatura noir americana - durão e decidido, mergulha no submundo em busca de pistas que solucionem o crime, de uma boa idéia para salvar a mocinha e ainda encontra tempo para flertar e conquistar mulheres lindas. OS VINHEDOS DE SALOMÃO é um romance imperdível para todos os amantes da literatura policial. Jonathan Wyatt Latimer nasceu em Chicago, em 1906. Estudou no Arizona e em Illinois antes de tornar-se jornalista, em 1929, trabalhando sucessivamente para o Herald Examiner e o Chicago Tribune como repórter policial. Empregos que o puseram em contato com criminosos como Al Capone e Bugs Moran, entre outros. Seu primeiro romance, Murder in the Madhouse (1935), apresentava sua mistura única de ficção noir violenta e elementos de comédia pastelão. Estrelando o detetive particular Bill Crane, a série prosseguiu com outros quatro romances: Headed for a hearse (1935), The lady in the morgue (1936), The dead dont care (1938) e Red gardenias (1939). Foram produzidos dois filmes com Crane, interpretado por Preston Foster. O ouvido apurado de Lattimer para diá;logos realistas logo chamou a atenção de Hollywood, onde ele passou a ser muito requisitado como roteirista. Após o casamento e a aposentadoria de Crane, Latimer criou Karl Craven, o herói irônico e sombrio de Os vinhedos de Salomão (1941), pouco antes de alistar-se na marinha americana, onde ficou por toda a Segunda Guerra. Após a guerra, Latimer tornou-se uma mercadoria valiosa em Hollywood. Ele escreveu, entre muitos, os roteiros de Capitulou sorrindo, em 1942 (baseado em A chave de vidro, romance de Dashiell Hammett), O relógio verde, em 1947 (adaptação de livro de Kenneth Fearing), e A noite tem mil olhos, em 1948 (adaptação de romance de Cornell Wollrich), além de muitos episódios da série de TV Perry Mason. O resultado de tanto trabalho foi que ele escreveu apenas outros dois romances policiais: Sinner and shrouds (1955) e Black is the fashion for dying (1959). Latimer também escreveu dois romances não policiais: The search for my great uncles head (como Peter Coffin, em 1937) e Dark Memory (1940). Latimer morreu em 1983.

Fonte: Editora Record

O que você acha sobre o livro ? Exponha sua opinião.

Nota

NOME *

e-mail (não será divulgado)

site

Comentário *

Comentários dos Leitores a Respeito de !

Seja o primeiro a opinar!

Livro do dia Livro do mês


O que ler?  O que ler?

Etapas

 Algumas perguntas

 Respostas processadas

 Filtragem do acervo

 Sugestões para você!

Indicações Indicações

Enquetes Enquetes

Em que site você costuma comprar livros?





Ver resultado

sinopsedolivro.net


O catálogo online de livros nacionais e internacionais

Política de Privacidade

Ajuda  Ajuda


Sobre  Sobre


Contato  Contato


Anuncie  Anuncie no site

Faça download de nosso Media Kit para saber como anunciar no Sinopse do Livro

Divulgue seu livro  Divulgue seu livro

oPa!Caroé